A banda holandesa Within Temptation foi fundada em 1996. Mas a história tem início algum tempo antes, quando Robert Hosterholt fazia parte de uma banda chamada The Circle, e foi expulso (sem motivos aparentes) pouco antes de o primeiro trabalho ser gravado. The Circle mudou o nome para Voyage, e pouco depois das gravações, o baixista Jeroen van Veen também foi expulso. Esse foi o motivo definitivo para que Sharon den Adel (namorada de Robert) deixasse a banda por sua opção.

Em maio de 1996, Robert iniciou um projeto musical tendo a namorada Sharon como vocalista, e convidando Jeroen van Veen (baixo), Michiel Papenhove (guitarra), Martijn Westerholt (tecladista e irmão de Robert), Richard Willemse (bateria), que mais tarde deixaria a banda para a entrada de Dennis Leeflang.

Em setembro de 1996, a primeira demo intitulada Enter foi gravada trazendo quatro músicas (Enter, Candles, The Gatekeeper e Pearls Of Light). Em novembro, o baterista Dennis desentende-se com os outros integrantes e deixa a banda, para a entrada de Ivar de Graaf.

A fita gravada foi enviada para as gravadoras e o sucesso garantiu vários convites. Em menos de dois meses, a banda que já levava o nome Within Temptation, assinava contrato com a DSFA Records, que era considerada uma gravadora de pequeno porte. Apesar disso, os projetos da banda foram alvo da atenção e dedicação da DSFA. Logo após, o WT gravou uma segunda demo e aceitou a proposta de lançar o primeiro álbum.

Restless, Enter, Pearls of Light, Deep Within, The Gatekeeper, Grace, Blooded e Candles eram as músicas que compunham o CD de estréia intitulado Enter, lançado em abril de 1997. Ao mesmo tempo, o Within Temptation foi convidado para tocar no Campsite do renomado Dynamo 97, este que seria apenas o quinto show da ainda prematura carreira da banda holandesa. Porém, não tardou a primeira excursão internacional. O Within Temptation tocou na Áustria e na Alemanha, pouco depois gravou o single Restless, que contava com três músicas.

No ano seguinte, a banda voltou a tocar no Dynamo, mas desta vez ocupando um lugar de destaque no palco principal (Main Stage). The Dance foi lançado em julho e mais uma vez a banda trocou de baterista; desta vez Ciro Palma ocupou a posição de Ivar de Graaf.

O ano de 1999 foi de dedicação para a banda. Os integrantes terminaram os estudos e voltaram-se para a montagem dos próprios estúdios musicais. Portanto, não houve nenhum grande evento neste período.

Em 2000 foi lançado Mother Earth com a presença do antigo baterista Ivar de Graaf. Este álbum não trazia os vocais guturais de Robert Westerholt, mas foi aclamado pela imprensa holandesa como um dos melhores trabalhos lançados naquele ano. Neste momento, o Within Temptation já era considerado uma das melhores bandas de Metal, acumulando uma legião de fãs por onde passava.

Our Farewell e Ice Queen foram os singles lançados enquanto as excursões internacionais ocupavam todo o tempo. O Within Temptation chegou a tocar para mais de 100.000 pessoas nos festivais da Holanda. A divulgação pelas rádios e emissoras de TV estava intensa quando o guitarrista Michiel Papenhove anuncia sua última participação no show de Vlietpop, dia 14 de julho de 2001. Uma semana depois Jelle Bakker (da banda Frozen Sun), assumia o posto de guitarrista. Porém, foi substituído 6 meses depois por Ruud Jolie, que é o atual guitarrista.

Em 2004 a banda volta aos estúdios e dispara o single Stand My Ground. Porém, as novas músicas já eram tocadas em suas apresentações ao vivo. Este trabalho lançado em outubro traz o clipe da faixa título gravada em Berlin. O álbum The Silent Force chega no mês seguinte com onze faixas principais e mais duas bônus inclusas em outras versões; além de um Digibook e um DVD bônus.

Em Maio de 2005, é lançado o videoclipe da música Angels e, posteriormente, também são lançados singles Memories e Angels. Em novembro, a banda lança o DVD triplo: The Silent Force Tour e dá início às turnês de divulgação.

Em dezembro de 2006, o Within Temptation assina com a gravadora Roadrunner Records e grava um single com quatro faixas e participação de Keith Caputo, do Life Of Agony. No fim de janeiro de 2007, é divulgado no site oficial o videoclipe da faixa título do single, e em seguida é lançado What Have You Done. Finalmente, em março de 2007, é lançado o CD The Heart of Everything.

O mais recente trabalho, traz 11 faixas e em menos de 1 mês vende mais de 150.000 cópias. As músicas seguem uma temática semelhante a dos álbuns anteriores e confirmam a identidade que o Within Temptation consolidou em sua carreira. As faixas, The Howling e The Sound Of Freedom são inclusas na trilha sonora dogame The Chronicles Of Spellborn.

Assim, o Within Temptation continua sua carreira de muito sucesso, produzindo seu som híbrido, de gothic metal, doom e death, adicionando influências da música clássica com o mais puro heavy, em uma rara combinação de agressividade e sutileza entrelaçadas com harmonia.

 

Por Spectrum

 


 

 

Downloads Disponíveis:

 

Entrevistas: